sexta-feira, 19 de novembro de 2010

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Ainda não está participando??????

Corre lá no Bonita http://www.verdadeiramentebela.blogspot.com/ e participe, as inscrições vão até o dia 03 de outubro de 2010, não perca!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Novo blog e um sorteio fantástico!

Para abrir com chave de ouro meu outro blog "Bonita", decidi fazer um sorteio fantástico de um dos produtos Mary Kay mais usados no mundo, o kit mãos de seda...maravilhoso!
Para participar é fácil, ser seguidora do blog Bonita - http://www.verdadeiramentebela.blogspot.com/
deixar um comentário no tópico do sorteio com a frase "Eu sou bonita!", nome, estado onde mora e email para contato. A promoção irá até o dia 03 de outubro de 2010, dia em que farei o sorteio.Participem e boa sorte! Bjs

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Colcha de retalhos



No início, apenas retalhos,
Soltos, guardados antigos,
Tempo de separar, cortar, arrumar,
E então escolho o centro: florido.
Vou emendando um a um, cozendo,

Os pedaços vão formando um todo,
Que cresce dia após dia,
Dia após dia...

Se antes mal cabiam em minha mão,
Agora tomam o meu colo,
Aguçam meu entusiasmo,
Despertam meus sonhos.

Pacientemente engendro desenhos delicados,
Que vão se formando multicores,
Colcha de retalhos... Caprichosamente feita.

Tal como na vida:
Na construção dos momentos,
É que se aquece o amor.



Paula Baggio

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Piadinha para alegrar o dia!

Nossa, faz tempo que não posto nada aqui, me desculpem, mas estou numa correria só...recomeçando tudo...na vida, em um novo trabalho, enfim...mas hoje dei uma paradinha para respirar, ler os emails, matar a saudade dos blogs queridos e das amigas mais queridas ainda.
Recebi um email da querida Léo com uma piadinha muito graçinha e tb muito verdadeira, então resolvi compartilhar com vcs. É muito bom dar risadas, principalmente quando o riso vem acompanhado de uma liçãozinha básica. Bjs queridas e queridos, estava com saudades!




HOSPITAL PSIQUIÁTRICO -
O teste da banheira.

Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao diretor:

- Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui?

O diretor respondeu:

- Nós enchemos uma banheira com água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e pedimos que a esvazie. De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.


- Ah! Entendi. - disse o visitante. Uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher.



- Não! - respondeu o diretor - uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo. O que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?


"As vezes a vida tem mais opções do que as oferecidas, basta saber enxerga-las".



Agora diz a verdade...você tb escolheu o balde, né?

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Carinhos que recebi do Marilia Baunilha!

Em maio foi o aniversário do blog Marilia Baunilha e Patch e eu fui a grande sortuda que levou vários presentinhos no sorteio, na época eu estava sem minha máquina e não postei aqui, mas nunca é tarde para agradecer tanto carinho, pois foi isso que eu recebi... carinhos, tudo muito cute cute, que eu adorei!



Bordado da Zezé ( em breve posto o que estou fazendo com ele)
Agulheiro da Télcia
Bolsinha da Eneida
Bolsinha da Maristela
Almofadinha bordada pela Silvia
Brochinho de anjo da Gabi
Alfineteiro da Miramar
Porta tesoura da Regina

Agradeço de coração todas vocês! Bjs

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

domingo, 1 de agosto de 2010

Quer ganhar?


Então corre no blog da Lúcia...tem um mega sorteio pipocando por lá
CALMA, QUE ESTOU COM PRESSA!!!

Amor verdadeiro

Mesmo num mundo tão cheio de maldades, mentiras e traições, num mundo que a aparência vale mais do que a essência, podemos encontrar pessoas que se arriscam na grande aventura de caminhar juntos, olhando pra mesma direção. Podemos encontrar pessoas que ainda acreditam no amor verdadeiro.
Num mundo cheio de desencontros, onde pessoas facilmente se divorciam, onde a família é colocada em segundo plano, ainda encontramos pessoas que acham que vale a pena levantar a cada queda, mas levantar juntos...
Pessoas como minha querida amiga Maria Alice...esposa, mãe, avó, amiga, artesã...que vive esta aventura a 47 anos. Parabéns querida!





Página do diário dela, escrita no dia em que o marido a pediu em namoro, a mais de 50 anos




Maria Alice e o maridão



Amor não é um lugar
Para ir e vir quando quisermos
É uma casa que entramos
E nos comprometemos a nunca partir


Então feche a porta atrás de você
Jogue a chave fora
Trabalharemos nisto juntos
Deixe que nos leve a ajoelhar


O amor é um abrigo
Numa tempestade furiosa
O amor é paz
No meio de uma guerra
Se nós tentarmos partir
Que Deus envie anjos para guardar a porta
Não, o amor não é uma luta
Mas é algo que vale a pena lutar


Para alguns amor é uma palavra
Que eles podem descansar.
Mas quando dá tudo errado
É difícil manter a palavra.


O amor é um abrigo
Numa tempestade furiosa
O amor é paz
No meio de uma guerra
Se nós tentarmos partir
Que Deus envie anjos para guardar a porta
Não, o amor não é uma luta
Mas é algo que vale a pena lutar


O amor virá nos salvar
Se nós, simplesmente, o chamarmos
Ele não nos pedirá nada
Mas exige tudo de nós


O amor é um abrigo
Numa tempestade furiosa
O amor é paz
No meio de uma guerra
Se nós tentarmos partir
Que Deus envie anjos para guardar a porta
Não, o amor não é uma luta
Mas é algo que vale a pena lutar

"O amor não é uma luta"
Warren Barfield

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Quinta flower



Uma quinta- feira abençoada para todos! Bjs

sábado, 24 de julho de 2010

Amigo é casa!


Amigo é feito casa que se faz aos poucos
e com paciência pra durar pra sempre
Mas é preciso ter muito tijolo e terra
preparar reboco, construir tramelas
Usar a sapiência de um João-de-barro
que constrói com arte a sua residência
há que o alicerce seja muito resistente
que às chuvas e aos ventos possa então a proteger
E há que fincar muito jequitibá
e vigas de jatobá
e adubar o jardim e plantar muita flor toiceiras de resedás
não falte um caramanchão pros tempos idos lembrar
que os cabelos brancos vão surgindo
Que nem mato na roceira
que mal dá pra capinar
e há que ver os pés de manacá
cheínhos de sabiás
sabendo que os rouxinóis vão trazer arrebóis
choro de imaginar!
pra festa da cumieira não faltem os violões!
muito milho ardendo na fogueira
e quentão farto em gengibre
aquecendo os corações
A casa é amizade construída aos poucos
e que a gente quer com beira e tribeira
Com gelosia feita de matéria rara
e altas platibandas, com portão bem largo
que é pra se entrar sorrindo
nas horas incertas
sem fazer alarde, sem causar transtorno
Amigo que é amigo quando quer estar presente
faz-se quase transparente sem deixar-se perceber
Amigo é pra ficar, se chegar, se achegar,
se abraçar, se beijar, se louvar, bendizer
Amigo a gente acolhe, recolhe e agasalha
e oferece lugar pra dormir e comer
Amigo que é amigo não puxa tapete
oferece pra gente o melhor que tem e o que nem tem
quando não tem, finge que tem,
faz o que pode e o seu coração reparte que nem pão.


Amigo é Casa
Zélia Duncan
Composição: Capiba / Hermínio Bello De Carvalho

Porque todo dia é dia de amigo! Bjs

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Quinta flower



Uma quinta maravilhosa pra todos! Bjs

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Trabalhando muito...graças a Deus!



"A simples tentativa de fazer algo - ir lá e "meter a cara" - é a maneira como ganhamos coragem. A auto-estima gira em torno do fazer."
Joy Browne

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Quinta flower


"Se eu não te amasse tanto assim
Talvez perdesse os sonhos
Dentro de mim
E vivesse na escuridão
Se eu não te amasse tanto assim
Talvez não visse flores
Por onde eu vim
Dentro do meu coração"

Ivete Sangalo
Composição: Paulo Sergio Valle/Herbert Vianna

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Mulheres...



" As mulheres são como saquinhos de chá; coloque-as na água quente que elas ficam mais fortes."
Eleanor Roosevelt

domingo, 11 de julho de 2010




"Os pensamentos são energia e você pode construir ou destruir seu mundo apenas pensando."
Susan Taylor

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Por me amar




Oooooooh!!!!

Estava em pedaços o meu coração
Sonhos cancelados,planos pelo chão
Ouvindo só o medo sustentando as águas
Dentro do meu barco sem ver a solução
Mesmo eu sabendo que
Recomeçar é tão difícil
Clamei a Deus somente com o que
Restou de mim

Quando minha fé se estendeu
E a mão de Deus me socorreu
Eu vi os meus pedaços
De novo no lugar
Deus moveu as águas
Por me amar (2x)

Estava em pedaços
O meu coração
Sonhos cancelados
Planos pelo chão
Ouvindo só o medo
Sustentando as águas
Dentro do meu barco
Sem ver a solução

Mesmo eu sabendo que
Recomeçar é tão difícil
Clamei a Deus somente com o que
Restou de mim

Quando minha fé se estendeu
E a mão de Deus me socorreu
Eu vi os meus pedaços
De novo no lugar
Deus moveu as águas
Por me amar

Quando minha fé se estendeu
E a mão de Deus me socorreu
Eu vi os meus pedaços
De novo no lugar
Deus moveu as águas

Por me amar
Me restaurou
Ressuscitou minha fé
Tomou os meu pedaços e deu
Uma nova vida

Quando minha fé se estendeu
E a mão de Deus me socorreu
Eu vi os meus pedaços
De novo no lugar
Deus moveu as águas
Por me amar (2x)

Por me amar
Arianne
Composição: Anderson Freire

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Encarar os desafios...




"Você ganhará força, coragem e confiança a cada vez que realmente se detiver e encarar o medo de frente. Você terá de fazer a coisa que acha que não conseguirá fazer."

Eleanor Roosevelt

terça-feira, 6 de julho de 2010

Matando a saudade!



Menina flor


No olhar menina
cintila a vida
brilhos nunca vividos
nas mãos estrelas brincam
sonhando sorri a infância
e jamais deseja ser mulher

No olhar da mulher
uma penumbra nos sonhos
o brilho já não é tão intenso
as estrelas se escondem em nuvens cinza


Menina e mulher se mesclam
uma dentro da outra
A ternura reencontra a criança
e a mulher renasce em flor.

Sônia Ortega
www.soniaortegarecantodasletras.com.br

sábado, 3 de julho de 2010

Tenho que "falar"!




Nunca usei meu blog pra falar mal de ninguém diretamente, não sou muito boa com as palavras, então posto muitos textos de outros autores ( com os devidos créditos, é claro) mas todos eles refletem meus sentimentos. Mas hoje não poderia deixar passar em branco um fato ocorrido, detesto pessoas covardes, mentirosas, que dizem que são assim, mas são "assado" , pessoas dissimuladas, traíras, capeta com pele de cordeiro, principalmente quando usam a internet como um modo de atormentar a vida de uma pessoa. Então peço desculpas para os meus seguidores queridos e para aqueles que entram de vez em quando no blog para verem algum artesanato ou para ler alguma poesia, mas hoje, educadamente, quero pedir para "uma certa pessoa" ir catar coquinho no meio do mato, me deixa em paz, pois eu não tô nem ai pra você e para o que você fez.Também quero dizer para essa "certa pessoa", que eu fico com uma frase que meu pai de 81 anos sempre repete sabiamente: " Maldade é pra quem faz e não pra quem recebe", então, se "valeu a pena, eh eh, valeu a pena eh eh" como você disse, então tá, tem gente que se contenta com a podridão.
Eu mesmo, prefiro a verdade, a lealdade e a dignidade, prefiro não ser tão feliz, mas deixar a vida seguir sem magoar ou destruir alguém, principalmente porque tenho a certeza que felicidade a custa do sofrimento alheio dura pouco.
Pronto, já falei, acabou!

terça-feira, 29 de junho de 2010

O que faltou ser



Noite cai
E então o que chegou
Noite vai
E então o que sobrou
Olhar seguro e das promessas que eu ouvi
Jamais de ser um só de nunca desistir

Não me escondo do medo de não me reerguer
Do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser
Não me escondo do medo de não me reerguer
Do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

Noite cai
Por que não traz pra mim
Noite vai
Não leva o que eu vivi
Enquanto mesmo longe eu te senti aqui
Enquanto a verdade sobre conduzir

Não me escondo do medo de não me reerguer
Do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser
Não me escondo do medo de não me reerguer
Do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

Se tudo que eu sou
Foi sempre seu
E agora?
Você levou tudo o que eu sabia de mim
E agora?

Não me escondo do medo de não me reerguer
Do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser
Não me escondo do medo de não me reerguer
Do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

Sandy

Adorei a nova fase da Sandy, música linda, triste, mas é linda! Ai!

Aguenta coração!

sábado, 26 de junho de 2010

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Seu comentário é muito importante!



(post do blog Meu Provador)
Quantas vezes você visita um blog, lê um post interessante, a mão coça para comentar, mas sai sem deixar nenhum comentário? Eu confesso que faço isso diversas vezes nos blogs em que acompanho.

Assim como eu, sei que muitas das leitoras fazem a mesma coisa e isso é um hábito ruim. Tudo que um blogueiro quer, é um retorno sobre o que ele está escrevendo, mesmo que seja para crítica, sugestão ou só para trocar uma ideia.

E foi assim, que ontem no Twitter, conversando com algumas colegas blogueiras, surgiu a ideia de criar um movimento com a tag #movimentocomentemais e dessa tag surgiu este selo para identificar a campanha.

O movimento é para conscientizar todas nós (isso me inclui) da importância de deixar um comentário quando visitamos um blog, porque é por meio dos comentários que a interação acontece, as ideias surgem e com isso vamos melhorando o conteúdo, sempre!

Então quer fazer parte do movimento? Copie o selo se tiver um blog e se não tiver #comentemais!!!!

* Este post foi escrito em parceria com o blog @SacolaPhyna (se for blogueira e quiser aderir, pode copiar o post também)


Este post foi escrito pela querida Carla Pianchão, que autorizou sua cópia... mas concordo plenamente e assino em baixo. Bjs

domingo, 20 de junho de 2010

sábado, 19 de junho de 2010

Nosso adeus!


" Se tens um coração de ferro, bom proveito.
O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia."
José Saramago

terça-feira, 15 de junho de 2010

2 X 1


O importante é ganhar...hehehe!

É hoje Brasil!


sexta-feira, 11 de junho de 2010

AMOR


"Amor não se conjuga no passado;
ou se ama para sempre,
ou nunca se amou verdadeiramente."

M. Paglia

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Selinho






Ganhei da minha querida Regina Coeli do blog "Faz de Conta", agradeço de coração!





O selinho veio com duas perguntinhas que devo responder...

1) O que me faz triste?
Maldade, mentira, falsidade, preconceito, traição...

2) O que me faz feliz?
O amanhecer de cada dia, pois nos oferece a esperança
do recomeço em todos os sentidos.

Tenho que enviar para 10 amigas:

1 - http://artesanatabyrenata.blogspot.com/
2 - http://artesdepaulalouceiro.blogspot.com/
3 - http://entrelacos-gelsomina.blogspot.com/
4 - http://floresemimosbypaula.blogspot.com/
5 - http://gostosurassemtravessuras.blogspot.com/
6 - http://artesclaudiaroveri.blogspot.com/
7 - http://euquerofazertambem.blogspot.com/
8 - http://feltromara.blogspot.com/
9 - http://doisdamae.blogspot.com/
10- http://mariliabaunilhaepatch.blogspot.com/

terça-feira, 1 de junho de 2010

"Tudo posso Naquele que me fortalece!"



Posso, tudo posso Naquele que me fortalece

Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir

Quero, tudo quero, sem medo entregar meus projetos

Deixar-me guiar nos caminhos que Deus desejou pra mim e ali estar

Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim

Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor
Do que ficou, vou me lembrar

E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou

Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar
Vou persistir, continuar a esperar e crer
E mesmo quando a visão se turva e o coração só chora

Mas na alma, há certeza da vitória
Posso, tudo posso Naquele que me fortalece

Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir

Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim

Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor

Do que ficou, vou me lembrar

E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou

Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar

Vou persistir, continuar a esperar e crer ...
Eu vou sofrendo, mas seguindo enquanto tantos não entendem

Vou cantando minha história, profetizando

Que eu posso, tudo posso... em Jesus!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

domingo, 9 de maio de 2010

FELIZ DIA DAS MÃES!


Tem bicho mais estranho do que mãe?
Mãe é alma contraditória.
É alegria no choro.
É carinho na raiva.
É o sim no não.

Só mãe mesmo pra ser o oposto...
E depois o contrário de novo.

Vai ver que é porque filho não vem com manual de instrução. e pra conduzir as crias no mundo, ela usa só de intuição, pra tentar fazer tudo direito.

Mas como pode ser assim, tão incoerente?

Ela diz:
Filho, você não come nada...
E logo se contradiz:
Para de comer, que eu tô botando o jantar!

E aí ela lamenta:
Ai, que eu não vejo a hora desse menino crescer!
Mas logo se arrepende:
Deixa que eu faço, você ainda é uma criança...

E quando ela manda:
Tira essa roupa quente, menina!
E logo em seguida:
Veste o casaco, quer pegar um resfriado?

Esse menino dorme demais...
Esse menino não descansa...

Essa menina vive na rua!...
Filha, sai um pouquinho, vai pegar um sol...

Pois é, gente, que pessoa é essa que jura que nunca mais...
E no momento seguinte promete que vai ser pra sempre?

Essa pessoa é assim mesmo:
Igual e diferente de tudo o que a gente já viu.
É a fortaleza que aguenta o tranco, só pra não ver o filho chorar.
É o sorriso de orgulho escondido, só pra não se revelar.

Mãe dá uma canseira na gente.
E às vezes tira do sério...

Até que um dia a gente se depara com uma ausência insuportável:
É a mãe que vai embora, deixando um vazio enorme, escuro, silencioso.
E aí descobre que, mesmo errando, ela sabia de tudo, desde o início.
E fez de tudo pra acertar.
Porque criar filho não tem regra - é doação e amor simplesmente.


Adorei este texto que minha amiga Silvia postou na Casinha de Bonecas,
mas não sei quem é o autor.

sábado, 24 de abril de 2010

São Jorge



Ó São Jorge, meu Santo Guerreiro e protetor, invencível na fé em Deus, que por ele sacrificou-se, traga em vosso rosto a esperança e abri os meus caminhos. Com sua couraça, sua espada e seu escudo, que representam a fé, a esperança e a caridade, eu andarei vestido, para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos possam ter, para me fazerem mal. Armas de fogo ao meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo tocar. Ó Glorioso nobre cavaleiro da cruz vermelha, vós que com a sua lança em punho derrotaste o dragão do mal, derrote também todos os problemas que por ora estou passando . Ó Glorioso São Jorge, em nome de Deus e de Nosso Senhor Jesus Cristo estendei-me seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a vossa força e grandeza dos meus inimigos carnais e espirituais. Ó Glorioso São Jorge, ajudai-me a superar todo o desânimo e a alcançar a graça que agora vos peço (Faça agora seu pedido justo). Ó Glorioso São Jorge, neste momento tão difícil da minha vida eu te suplico para que o meu pedido seja atendido e que com a sua espada, a sua força e o seu poder de defesa eu possa cortar todo o mal que se encontra em meu caminho. Ó Glorioso São Jorge, dai-me coragem e esperança, fortalecei minha fé, meu ânimo de vida e auxiliai-me em meu pedido. Ó Glorioso São Jorge, traga a paz, amor e a harmonia ao meu coração, ao meu lar e a todos que estão em minha volta. Ó Glorioso São Jorge, pela fé que em vós deposito: guiai-me, defendei-me e protegei-me de todo o mal. Amém.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Não se submeta...

Do it

Tá cansada, senta
Se acredita, tenta
Se tá frio, esquenta
Se tá fora, entra
Se pediu, agüenta
Se pediu, agüenta...

Se sujou, cai fora
Se dá pé, namora
Tá doendo, chora
Tá caindo, escora
Não tá bom, melhora
Não tá bom, melhora...

Se aperta, grite
Se tá chato, agite
Se não tem, credite
Se foi falta, apite
Se não é, imite...

Se é do mato, amanse
Trabalhou, descanse
Se tem festa, dance
Se tá longe, alcance
Use sua chance
Use sua chance...



Se tá puto, quebre
Ta feliz, requebre
Se venceu, celebre
Se tá velho, alquebre
Corra atrás da lebre
Corra atrás da lebre...

Se perdeu, procure
Se é seu, segure
Se tá mal, se cure
Se é verdade, jure
Quer saber, apure
Quer saber, apure...

Se sobrou, congele
Se não vai, cancele
Se é inocente, apele
Escravo, se rebele
Nunca se atropele...

Se escreveu, remeta
Engrossou, se meta
E quer dever, prometa
Prá moldar, derreta
Não se submeta
Não se submeta...

Lenine

sábado, 17 de abril de 2010

VENCERÁS


Não desanimes
Persiste mais um tanto.
Não cultives o pessimismo.
Centraliza-te no bem a fazer.
Esquece as sugestões do medo destrutivo.
Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.
Avança ainda que seja pôr entre lágrimas.
Trabalha constantemente.
Edifica sempre.
Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.
Não te impressiones à dificuldade.
Convence-te de que a vitória espiritual é construção para
o dia a dia.
Não desistas da paciência.
Não creias em realização sem esforço.
Silêncio para a injúria.
Olvido para o mal.
Perdão às ofensas.
Recorda que os agressores são doentes.
Não permitas que os irmãos desequilibrados
te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.
Não menosprezes o dever que a consciência te impõe.
Se te enganaste em algum trecho do caminho,
reajusta a própria visão e procura o rumo certo.
Não contes vantagens nem fracassos.
Estuda buscando aprender.
Não se voltes contra ninguém.
Não dramatizes provações ou problemas.
Conserva o hábito da oração
para que se te faça luz na vida íntima.
Resguarda-te em Deus e persevera no trabalho que Deus te confiou.
Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.
Age auxiliando.
Serve sem apego.
E assim vencerás

Mensagem de Emmanuel psicografada por Chico Xavier

Não sou espírita, mas adorei o texto, uma boa lição para nossa caminhada!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Para refletir!


A ratoeira

Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.
Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:
- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!
A galinha disse:
- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi até o porco e disse:
- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira !
- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. Será lembrado nas minhas orações.
O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse:
- O que ? Uma ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não !
Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.
Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.
A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.
No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher... O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre.
Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.
Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou morrendo.
Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral da História:
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco.
O problema de um é problema de todos!

Este texto foi enviado por uma amiga querida, mas desconheço a autoria.

domingo, 4 de abril de 2010

Ele vive!




Feliz Páscoa!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Olhe pra Cruz...esta é a minha grande prova...










Tenho esperado este momento
Tenho esperado que viesses à mim
Tenho esperado que me fales
Tenho esperado que estivesses assim
Eu sei bem que tens vivido
Sei também que tem chorado
Eu sei bem que tens sofrido
Pois permaneço ao teu lado


Ninguém te ama como eu
Ninguém te ama como eu
Olhe pra cruz,
Esta é a minha grande prova
Ninguém te ama como eu
Ninguém te ama como eu
Ninguém te ama como eu
Olhe pra cruz,
Foi por ti, porque te amo
Ninguém te ama como eu

Eu sei bem o que me dizes
Ainda que nunca me fales
Eu sei bem o que tem sentido
Ainda que nunca me reveles
Tenho andado ao teu lado
Junto à ti permanecido
Eu te levo em meus braços
Pois sou teu melhor amigo


Letra: Padre Antonio Maria
Fotos da encenação da Paixão de Cristo da Paróquia Divino Espírito Santo - SP